Menu

O novo sistema operacional móvel da Google, intitulado Android N, promete a seus usuários uma experiência de uso muito melhor do que as versões antigas, graças à implementação de diversas novidades interessantes.
Várias delas já comentamos aqui, mas existem outros recursos que vale a pena mencionar como, por exemplo, o ADB, que agora conta com melhorias significativas em seu desempenho, podendo executar comandos de push, pull, e sincronização com mais agilidade.
Os comandos do Shell também mostram-se muito mais capazes, graças a sua possibilidade de exceder 1024 caracteres, além da habilidade de retornar códigos de saída de processos remotos, distinguir comandos "stdout" e "stderr" e muito mais.
No Andrid N, os comandos do shell são capazes de exceder 2014 caracteres
Por último, mas não menos importante, o a nova plataforma da Google traz um gerenciamento de janelas melhorado, melhoras relacionadas à ferramentas de linhas de comando como o “ls” e o “sed”, diagnósticos mais completos para adb/fastboot via USB e mais estabilidade para testes automatizados.
Uma das provas de que o sistema realmente melhorou, não só na teoria como na prática, foi publicado por Eliot Hughes em seu perfil do Google+, onde ele comenta que a sincronização de seu Nexus 9 passou de 60 para apenas 20 segundos.
Várias dessas melhorias poderão também ser notadas em outras versões do Android, porém, para ter acesso a todas as novidades relacionadas à comandos adb necessitamos ter a versão mais recente do serviço adbd instalado no smartphone ou tablet, ou seja, em outras palavras, é necessário estar com o Android N instalado.

Confira algumas novidades que merecem destaque no Android N

O novo sistema operacional móvel da Google, intitulado Android N, promete a seus usuários uma experiência de uso muito melhor do que as versões antigas, graças à implementação de diversas novidades interessantes.
Várias delas já comentamos aqui, mas existem outros recursos que vale a pena mencionar como, por exemplo, o ADB, que agora conta com melhorias significativas em seu desempenho, podendo executar comandos de push, pull, e sincronização com mais agilidade.
Os comandos do Shell também mostram-se muito mais capazes, graças a sua possibilidade de exceder 1024 caracteres, além da habilidade de retornar códigos de saída de processos remotos, distinguir comandos "stdout" e "stderr" e muito mais.
No Andrid N, os comandos do shell são capazes de exceder 2014 caracteres
Por último, mas não menos importante, o a nova plataforma da Google traz um gerenciamento de janelas melhorado, melhoras relacionadas à ferramentas de linhas de comando como o “ls” e o “sed”, diagnósticos mais completos para adb/fastboot via USB e mais estabilidade para testes automatizados.
Uma das provas de que o sistema realmente melhorou, não só na teoria como na prática, foi publicado por Eliot Hughes em seu perfil do Google+, onde ele comenta que a sincronização de seu Nexus 9 passou de 60 para apenas 20 segundos.
Várias dessas melhorias poderão também ser notadas em outras versões do Android, porém, para ter acesso a todas as novidades relacionadas à comandos adb necessitamos ter a versão mais recente do serviço adbd instalado no smartphone ou tablet, ou seja, em outras palavras, é necessário estar com o Android N instalado.

Nenhum comentário