Menu


1. O volume de acesso à música tema de Pokémon quase quadruplicou

Pokémon Go permite aos usuários mudar o seu jeito de viver, como ninguém nunca foi igual. E para embarcar em uma jornada tão única, nada como uma música para entrar no clima, não é mesmo? Pois é, parece que é exatamente isso que os treinadores estão fazendo: o serviço de músicas por assinatura Spotify revelou que o número de acessos à música tema da série cresceu 382% durante o final de semana de lançamento do app.

2. Os jogadores de Pokémon Go ajudaram a "capturar" um criminoso

Mesmo com as suas caras grudadas no celular, dois jogadores de Pokémon Go em Fullerton, California, não estavam distraídos o bastante para deixar de ajudar um policial durante uma apreensão de um suspeito. Acontece que ambos eram soldados da Marinha dos EUA, e ajudaram na "captura" de um homem que estava badernando em um playground infantil. Após levar o rapaz para a delegacia, foi descoberto que ele era procurado também por tentativa de assassinato.

3. Ladrões utilizaram Go para praticar pequenos furtos

Apesar do efeito positivo apresentado no último caso, também vimos o contrário acontecendo. Um grupo de ladrões usou o aplicativo para identificar usuários distraídos e cometer pequenos furtos. Em St. Louis, no Missouri, quatro adolescentes foram detidos por perseguir treinadoresusando o aplicativo. Além deles, especula-se que o grupo do qual integravam possuía cerca de 12 membros.

4. O Museu do Holocausto e o Museu de Auschwitz pediram que os jogadores não usem o app no local

Alguns dos maiores memoriais para as vítimas de guerras do mundo, como o Museu do Holocausto e o Museu de Auschwitz, acabaram ficando cheios de jogadores indo atrás de Pokémon. O assunto acabou ficando tão incomodo aos outros visitantes, visto que estes locais são destinados a reflexão e condolência pelas vidas perdidas, que os representantes oficiais das instituições acabaram precisando se pronunciar pela parada da caçada aos monstrinhos naqueles espaços.

5. Múltiplos corpos mortos foram encontrados por jogadores de Pokémon Go

Pokémon Go já foi responsável pela descoberta de não um, mas dois corpos mortos, de acordo com um jornal norte-americano. Um dos corpos foi encontrado em New Hampshire, enquanto um adolescente procurava por algumas criaturas às margens de um rio. O outro, conforme aponta o jornalThe Los Angeles Times, foi encontrado por três moças em um parque em San Diego, na Califórnia.

6. Pokémon Go foi mais popular do que pornografia (por um dia)

Se há algo que abunda na internet é pornografia. Mesmo assim, Pokémon Go foi capaz de ultrapassar o conteúdo adulto nos sites de pesquisa. O site de streaming de pornografia YouPorn publicou uma imagem do Google Trends, serviço que mostra as tendências e palavras mais procuradas no buscador, mostrando que as pesquisas por Pokémon Go foram ainda maiores do que a da palavra "porn" no dia 10 de julho:




7. Pokémon Go foi usado para dar um "flagra" em um namorado traidor

É claro que não recomendamos usar Pokémon Go como substituto para terapia de casais, mas a verdade é que ele serviu para expor o caso de traição de Evan Scribner. Tudo aconteceu graças à sua esperta (e, na época, atual) namorada, que sabiamente identificou que o rapaz havia capturado um monstrinho na casa de sua ex. Conforme afirma o The New York Post, os dois não têm se falado desde então.



Conhece mais alguma história bizarra de Pokémon Go? Está ansioso para a chegada do aplicativo no Brasil? Conte-nos nos comentários.

7 COISAS ABSURDAS DE POKEMON GO


1. O volume de acesso à música tema de Pokémon quase quadruplicou

Pokémon Go permite aos usuários mudar o seu jeito de viver, como ninguém nunca foi igual. E para embarcar em uma jornada tão única, nada como uma música para entrar no clima, não é mesmo? Pois é, parece que é exatamente isso que os treinadores estão fazendo: o serviço de músicas por assinatura Spotify revelou que o número de acessos à música tema da série cresceu 382% durante o final de semana de lançamento do app.

2. Os jogadores de Pokémon Go ajudaram a "capturar" um criminoso

Mesmo com as suas caras grudadas no celular, dois jogadores de Pokémon Go em Fullerton, California, não estavam distraídos o bastante para deixar de ajudar um policial durante uma apreensão de um suspeito. Acontece que ambos eram soldados da Marinha dos EUA, e ajudaram na "captura" de um homem que estava badernando em um playground infantil. Após levar o rapaz para a delegacia, foi descoberto que ele era procurado também por tentativa de assassinato.

3. Ladrões utilizaram Go para praticar pequenos furtos

Apesar do efeito positivo apresentado no último caso, também vimos o contrário acontecendo. Um grupo de ladrões usou o aplicativo para identificar usuários distraídos e cometer pequenos furtos. Em St. Louis, no Missouri, quatro adolescentes foram detidos por perseguir treinadoresusando o aplicativo. Além deles, especula-se que o grupo do qual integravam possuía cerca de 12 membros.

4. O Museu do Holocausto e o Museu de Auschwitz pediram que os jogadores não usem o app no local

Alguns dos maiores memoriais para as vítimas de guerras do mundo, como o Museu do Holocausto e o Museu de Auschwitz, acabaram ficando cheios de jogadores indo atrás de Pokémon. O assunto acabou ficando tão incomodo aos outros visitantes, visto que estes locais são destinados a reflexão e condolência pelas vidas perdidas, que os representantes oficiais das instituições acabaram precisando se pronunciar pela parada da caçada aos monstrinhos naqueles espaços.

5. Múltiplos corpos mortos foram encontrados por jogadores de Pokémon Go

Pokémon Go já foi responsável pela descoberta de não um, mas dois corpos mortos, de acordo com um jornal norte-americano. Um dos corpos foi encontrado em New Hampshire, enquanto um adolescente procurava por algumas criaturas às margens de um rio. O outro, conforme aponta o jornalThe Los Angeles Times, foi encontrado por três moças em um parque em San Diego, na Califórnia.

6. Pokémon Go foi mais popular do que pornografia (por um dia)

Se há algo que abunda na internet é pornografia. Mesmo assim, Pokémon Go foi capaz de ultrapassar o conteúdo adulto nos sites de pesquisa. O site de streaming de pornografia YouPorn publicou uma imagem do Google Trends, serviço que mostra as tendências e palavras mais procuradas no buscador, mostrando que as pesquisas por Pokémon Go foram ainda maiores do que a da palavra "porn" no dia 10 de julho:




7. Pokémon Go foi usado para dar um "flagra" em um namorado traidor

É claro que não recomendamos usar Pokémon Go como substituto para terapia de casais, mas a verdade é que ele serviu para expor o caso de traição de Evan Scribner. Tudo aconteceu graças à sua esperta (e, na época, atual) namorada, que sabiamente identificou que o rapaz havia capturado um monstrinho na casa de sua ex. Conforme afirma o The New York Post, os dois não têm se falado desde então.



Conhece mais alguma história bizarra de Pokémon Go? Está ansioso para a chegada do aplicativo no Brasil? Conte-nos nos comentários.

Nenhum comentário