Menu


"PS4 Neo" é o nome informal e suposto codinome dado a uma nova revisão do PlayStation 4. Ainda não não se sabe se ele tomará o lugar da tradicional versão "slim" que os consoles da Sony recebem no meio de cada geração ou se será um modelo paralelo ao mesmo, mas todos os boatos e polêmicas que circulam em torno da plataforma apontam para o fato de que ele será mais poderoso do que a versão atual.
  • O Neo rodaria o mesmo processador com 8 núcleos "jaguar" do PS4 atual, mas com um overclock de 1.6Ghz para 2.1Ghz, um aumento de 30% em sua velocidade. Vale notar que isso não necessariamente se reflete em um aumento de mesmo grau em sua capacidade de processamento.
  • Ele teria uma GPU com 36 unidades GCN ( o PS4 possui 18), e elas também rodariam em uma velocidade ligeiramente superior de 911Mhz em contrapartida aos 800Mhz da atuais. Este seria certamente o ponto de maior discrepância entre o console atual e sua revisão. Na prática, essa diferença permite que o Neo alcance 2,3 vezes mais FLOPs (operações de ponto flutuante por segundo) que o modelo atual. E o que você precisa saber sobre isso é: eles possuem impacto direto no número de polígonos que a máquina pode renderizar. Existem especulações de que a placa gráfica do Neo usaria a nova tecnologia Polaris da AMD, que começará a ser produzida mais tarde este ano. Mas apesar de aqui vermos uma diferença mais relevante, isso não significa que o Neo terá de fato 2,3 vezes mais poderio gráfico.
  • A revisão possuiria os mesmos 8GB de memória RAM GDDR5 que o modelo atual, mas com uma largura de banda 24% maior (218 GB/s em comparação aos 176GB/s do PS4). Na prática, a largura de banda influência de forma mais importante na resolução de imagem a ser alcançada durante os jogos. Conforme as operações de ponto-flutuante vão calculando as posições dos polígonos, a banda de memória vai sendo cada vez mais requisita na hora de determinar o seu posicionamento em uma tela com maior número de pixels.
  • Em "modo Neo", os jogos teriam um acesso teórico a mais 512MB de memória RAM. Certamente o ponto mais controverso nesta história toda, visto que a quantidade de memória disponível seria a mesma para as duas plataformas. Ou o sistema operacional da nova plataforma será mais leve, liberando mais memoria para as desenvolvedoras, ou a Sony cortará recursos do background para possibilitar o fato. O por que deste acesso a mais memória ocorreria apena no Neo é uma pergunta que ainda ninguém sabe responder.
  • O Neo também teria suporte a reprodução de filmes e Blu-rays em 4K.
  • Não há indicações que o PS4 Neo faça uso das maiores profundidades de cor e contraste suportadas pelas novas TVs 4K. Ainda que a suposta arquitetura Polaris da AMD, que é possível de estar presente no console, ser compatível com esses recursos.

TUDO SOBRE O PLAYSTATION 4 NEO


"PS4 Neo" é o nome informal e suposto codinome dado a uma nova revisão do PlayStation 4. Ainda não não se sabe se ele tomará o lugar da tradicional versão "slim" que os consoles da Sony recebem no meio de cada geração ou se será um modelo paralelo ao mesmo, mas todos os boatos e polêmicas que circulam em torno da plataforma apontam para o fato de que ele será mais poderoso do que a versão atual.
  • O Neo rodaria o mesmo processador com 8 núcleos "jaguar" do PS4 atual, mas com um overclock de 1.6Ghz para 2.1Ghz, um aumento de 30% em sua velocidade. Vale notar que isso não necessariamente se reflete em um aumento de mesmo grau em sua capacidade de processamento.
  • Ele teria uma GPU com 36 unidades GCN ( o PS4 possui 18), e elas também rodariam em uma velocidade ligeiramente superior de 911Mhz em contrapartida aos 800Mhz da atuais. Este seria certamente o ponto de maior discrepância entre o console atual e sua revisão. Na prática, essa diferença permite que o Neo alcance 2,3 vezes mais FLOPs (operações de ponto flutuante por segundo) que o modelo atual. E o que você precisa saber sobre isso é: eles possuem impacto direto no número de polígonos que a máquina pode renderizar. Existem especulações de que a placa gráfica do Neo usaria a nova tecnologia Polaris da AMD, que começará a ser produzida mais tarde este ano. Mas apesar de aqui vermos uma diferença mais relevante, isso não significa que o Neo terá de fato 2,3 vezes mais poderio gráfico.
  • A revisão possuiria os mesmos 8GB de memória RAM GDDR5 que o modelo atual, mas com uma largura de banda 24% maior (218 GB/s em comparação aos 176GB/s do PS4). Na prática, a largura de banda influência de forma mais importante na resolução de imagem a ser alcançada durante os jogos. Conforme as operações de ponto-flutuante vão calculando as posições dos polígonos, a banda de memória vai sendo cada vez mais requisita na hora de determinar o seu posicionamento em uma tela com maior número de pixels.
  • Em "modo Neo", os jogos teriam um acesso teórico a mais 512MB de memória RAM. Certamente o ponto mais controverso nesta história toda, visto que a quantidade de memória disponível seria a mesma para as duas plataformas. Ou o sistema operacional da nova plataforma será mais leve, liberando mais memoria para as desenvolvedoras, ou a Sony cortará recursos do background para possibilitar o fato. O por que deste acesso a mais memória ocorreria apena no Neo é uma pergunta que ainda ninguém sabe responder.
  • O Neo também teria suporte a reprodução de filmes e Blu-rays em 4K.
  • Não há indicações que o PS4 Neo faça uso das maiores profundidades de cor e contraste suportadas pelas novas TVs 4K. Ainda que a suposta arquitetura Polaris da AMD, que é possível de estar presente no console, ser compatível com esses recursos.

Nenhum comentário