Menu






Mesmo sem rival na briga, Palmeiras não avança por Valdívia

Diretoria do Verdão monitora situação do jogador do Internacional desde o ano passado, mas entende que não há necessidade de reforços para a meia

Desde o ano passado, o Verdão monitora a situação do atleta colorado, mas a diretoria entende que, no momento, não há necessidade de reforços para o setor em que ele atua.

A notícia de que o arquirrival poderia trocar Giovanni Augusto por Valdívia havia esquentado a possibilidade de um novo “chapéu” do Palmeiras – repetindo o que aconteceu na contratação de Dudu, alvo de interesse alvinegro antes de chegar ao Verdão.

Porém, o relacionamento entre as duas diretorias é bom, e o Palmeiras entendeu que não valeria a pena atravessar a negociação enquanto o Corinthians estivesse no páreo. Em um almoço com o presidente Roberto de Andrade, o mandatário alviverde, Maurício Galiotte, esclareceu a situação e abriu caminho para o rival no contato com o Inter.


A política de contratações de Alexandre Mattos no Palmeiras é clara: vai ao mercado quando há demanda em alguma posição ou quando há boa possibilidade de negócio, do ponto de vista financeiro. No momento, nem mesmo o técnico Eduardo Baptista acredita que o elenco precise de mais um atleta para o setor.

Levando em conta os meio-campistas com características mais ofensivas, o Palmeiras conta atualmente com Alejandro Guerra, Michel Bastos, Raphael Veiga, Hyoran, Tchê Tchê, Vitinho e o lesionado Moisés.

VÍDEO DA NOTÍCIA:


SITUAÇÃO DO VALDÍVIA PRESIDENTE DO CORINTHIANS FICA BRAVO COM PALMEIRAS PELO NOVO "CHAPÉU"






Mesmo sem rival na briga, Palmeiras não avança por Valdívia

Diretoria do Verdão monitora situação do jogador do Internacional desde o ano passado, mas entende que não há necessidade de reforços para a meia

Desde o ano passado, o Verdão monitora a situação do atleta colorado, mas a diretoria entende que, no momento, não há necessidade de reforços para o setor em que ele atua.

A notícia de que o arquirrival poderia trocar Giovanni Augusto por Valdívia havia esquentado a possibilidade de um novo “chapéu” do Palmeiras – repetindo o que aconteceu na contratação de Dudu, alvo de interesse alvinegro antes de chegar ao Verdão.

Porém, o relacionamento entre as duas diretorias é bom, e o Palmeiras entendeu que não valeria a pena atravessar a negociação enquanto o Corinthians estivesse no páreo. Em um almoço com o presidente Roberto de Andrade, o mandatário alviverde, Maurício Galiotte, esclareceu a situação e abriu caminho para o rival no contato com o Inter.


A política de contratações de Alexandre Mattos no Palmeiras é clara: vai ao mercado quando há demanda em alguma posição ou quando há boa possibilidade de negócio, do ponto de vista financeiro. No momento, nem mesmo o técnico Eduardo Baptista acredita que o elenco precise de mais um atleta para o setor.

Levando em conta os meio-campistas com características mais ofensivas, o Palmeiras conta atualmente com Alejandro Guerra, Michel Bastos, Raphael Veiga, Hyoran, Tchê Tchê, Vitinho e o lesionado Moisés.

VÍDEO DA NOTÍCIA:


Nenhum comentário