Menu


Notícias e novidades sobre o PES, FIFA e muito mais sobre jogos e futebol é aqui no site Mozuka Games, não deixe de acompanhar e ficar bem informado, novidades todos os dias, acompanhe o site no Facebook também.
E ontem saiu uma matéria com o Guifera no site da CBF falando, principalmente, do e-Brasileirão. Nela, o atual campeão do torneio fala da sua rotina de treinos e outras coisas.

VEJA TAMBÉM:


Guilherme, que foi campeão do e-Brasileirão 2016, tem apenas 17 anos e é considerado o melhor jogador brasileiro de PES. Recentemente, ficou em 3º lugar na PES League das Américas, que o qualificou para disputar o mundial de PES 2017 em junho deste ano. Neste ano, ele espera conquistar o bicampeonato do e-Brasileirão:

“– Todos os campeonatos que participo, entro com o pensamento de vencer. O e-Brasileirão foi um campeonato bem disputado, gostei bastante dos confrontos. Quero ser bicampeão da competição este ano, além de brigar pelo mundial em Cardiff (capital do País de Gales)” – disse Guilherme.

Gui ainda diz que, a cada campeonato, fica mais difícil a sua vida, pois ele está muito visado:

“– Com o título, a visibilidade aumentou e precisei intensificar minha rotina de treinos. Perto dos campeonatos, treino de quatro a cinco horas por dia e testo diferentes formações. Hoje em dia uso uma única tática contra qualquer adversário, mas se eu me adaptar a uma nova, posso utilizar como um trunfo durante as partidas. O jogo exige muito do psicológico e da coordenação motora, então o cansaço mental pode acontecer, mas tenho me preparado bastante – afirmou o gamer, que vê a questão das viagens, concentração e a visão de jogo similares a rotina dos jogadores de futebol.”

Ele também fala do orgulho de representar o Santos no e-Brasileirão 2016:

​”– Eu, meu pai e meu avô somos santistas desde quando nascemos. Foi uma honra representar meu clube do coração e, ainda por cima, ser campeão vestindo a camisa do Santos. Após o título, o pessoal do clube me convidou para assistir um jogo do santos no camarote da Vila Belmiro , com a minha família junto. Foi uma experiência muito legal” – recorda.
Será que alguém bate o Guifera neste ano?

MELHOR JOGADOR BRASILEIRO DE PES E-BRASILEIRÃO 2016 SAIBA MAIS


Notícias e novidades sobre o PES, FIFA e muito mais sobre jogos e futebol é aqui no site Mozuka Games, não deixe de acompanhar e ficar bem informado, novidades todos os dias, acompanhe o site no Facebook também.
E ontem saiu uma matéria com o Guifera no site da CBF falando, principalmente, do e-Brasileirão. Nela, o atual campeão do torneio fala da sua rotina de treinos e outras coisas.

VEJA TAMBÉM:


Guilherme, que foi campeão do e-Brasileirão 2016, tem apenas 17 anos e é considerado o melhor jogador brasileiro de PES. Recentemente, ficou em 3º lugar na PES League das Américas, que o qualificou para disputar o mundial de PES 2017 em junho deste ano. Neste ano, ele espera conquistar o bicampeonato do e-Brasileirão:

“– Todos os campeonatos que participo, entro com o pensamento de vencer. O e-Brasileirão foi um campeonato bem disputado, gostei bastante dos confrontos. Quero ser bicampeão da competição este ano, além de brigar pelo mundial em Cardiff (capital do País de Gales)” – disse Guilherme.

Gui ainda diz que, a cada campeonato, fica mais difícil a sua vida, pois ele está muito visado:

“– Com o título, a visibilidade aumentou e precisei intensificar minha rotina de treinos. Perto dos campeonatos, treino de quatro a cinco horas por dia e testo diferentes formações. Hoje em dia uso uma única tática contra qualquer adversário, mas se eu me adaptar a uma nova, posso utilizar como um trunfo durante as partidas. O jogo exige muito do psicológico e da coordenação motora, então o cansaço mental pode acontecer, mas tenho me preparado bastante – afirmou o gamer, que vê a questão das viagens, concentração e a visão de jogo similares a rotina dos jogadores de futebol.”

Ele também fala do orgulho de representar o Santos no e-Brasileirão 2016:

​”– Eu, meu pai e meu avô somos santistas desde quando nascemos. Foi uma honra representar meu clube do coração e, ainda por cima, ser campeão vestindo a camisa do Santos. Após o título, o pessoal do clube me convidou para assistir um jogo do santos no camarote da Vila Belmiro , com a minha família junto. Foi uma experiência muito legal” – recorda.
Será que alguém bate o Guifera neste ano?

Nenhum comentário