Menu


Veja o Menor Smartphone do mundo com Android Atualizado.
Menor smartphone do mundo deve se tornar uma realidade em muito pouco tempo. Batizado de Jelly, ele tem uma tela TFT LCD de apenas 2,4 polegadas e roda o Android 7 Nougat, versão mais recente do sistema do Google. O celular é fabricado pela empresa Unihertz, mas por enquanto não será encontrado em nenhuma loja famosa. Em vez disso, a companhia apostou em uma campanha no site de financiamento coletivo Kickstarter para viabilizar a produção do telefone.

Jelly é o menor smartphone do mundo (Foto: Divulgação/Kickstarter)

Além da pequena tela sensível ao toque, a ficha técnica do smartphone inclui processador quad-core de 1,1 GHz, memória RAM de 1 GB e armazenamento de 8 GB. O modelo Pro, mais parrudo, conta com o dobro de memória e espaço interno.

O Jelly é vendido nas cores azul, branco e preto.De acordo com seus desenvolvedores, o telefone não é focado em mercados emergentes e também não tem a pretensão de trazer de volta a antiga moda de celulares minúsculos, comum no início dos anos 2000. Seu objetivo é ser um smartphone secundário ou para uso na prática de exercícios físicos.

O jogo de câmeras é composto por um sensor traseiro de 8 megapixels e um frontal de 2 MP para selfies. A bateria removível tem capacidade para 950 mAh – o que, segundo a fabricante, consegue durar até três dias contínuos. Ao retirar a bateria, o usuário encontra três slots: dois para os cartão SIM no padrão Nano (função dual chip), e um último para o cartão de memória microSD de até 32 GB. Para finalizar a ficha técnica, o menor smartphone do mundo traz GPS, giroscópio e compatibilidade com redes 4G.

Como suas dimensões são bem pequenas, o celular não pesa tanto e cabe até naqueles bolsos de moeda presentes em calças jeans. Também é fácil encaixá-lo em braçadeiras para a prática de corrida, caminhada e outros exercícios sem ser incomodado pelo peso e tamanho de um smartphone convencional.
Jelly será vendido em três cores: branco, azul e preto (Foto: Divulgação/Kickstarter)

A meta inicial da campanha era arrecadar US$ 30 mil (cerca de R$ 95 mil), valor que foi alcançado logo no primeiro. Até a publicação dessa matéria já havia sido arrecadado pouco mais de US$ 154 mil (R$ 488 mil) e ainda faltam 34 dias para o fim da campanha. Para adquirir um Jelly antecipadamente, é preciso contribuir com US$ 69 (aproximadamente R$ 217, sem taxas e impostos). O Jelly Pro custa US$ 95 (cerca de R$ 299).

O Jelly deve chegar aos compradores em agosto de 2017 e pode ser enviado para o mundo todo, inclusive para o Brasil. Ele poderia fazer parte da categoria de microcelulares, telefones extremamente pequenos e que fazem sucesso nos presídios do país.


Menor smartphone do mundo tem tela de 2,4" com Android 7 Nougat


Veja o Menor Smartphone do mundo com Android Atualizado.
Menor smartphone do mundo deve se tornar uma realidade em muito pouco tempo. Batizado de Jelly, ele tem uma tela TFT LCD de apenas 2,4 polegadas e roda o Android 7 Nougat, versão mais recente do sistema do Google. O celular é fabricado pela empresa Unihertz, mas por enquanto não será encontrado em nenhuma loja famosa. Em vez disso, a companhia apostou em uma campanha no site de financiamento coletivo Kickstarter para viabilizar a produção do telefone.

Jelly é o menor smartphone do mundo (Foto: Divulgação/Kickstarter)

Além da pequena tela sensível ao toque, a ficha técnica do smartphone inclui processador quad-core de 1,1 GHz, memória RAM de 1 GB e armazenamento de 8 GB. O modelo Pro, mais parrudo, conta com o dobro de memória e espaço interno.

O Jelly é vendido nas cores azul, branco e preto.De acordo com seus desenvolvedores, o telefone não é focado em mercados emergentes e também não tem a pretensão de trazer de volta a antiga moda de celulares minúsculos, comum no início dos anos 2000. Seu objetivo é ser um smartphone secundário ou para uso na prática de exercícios físicos.

O jogo de câmeras é composto por um sensor traseiro de 8 megapixels e um frontal de 2 MP para selfies. A bateria removível tem capacidade para 950 mAh – o que, segundo a fabricante, consegue durar até três dias contínuos. Ao retirar a bateria, o usuário encontra três slots: dois para os cartão SIM no padrão Nano (função dual chip), e um último para o cartão de memória microSD de até 32 GB. Para finalizar a ficha técnica, o menor smartphone do mundo traz GPS, giroscópio e compatibilidade com redes 4G.

Como suas dimensões são bem pequenas, o celular não pesa tanto e cabe até naqueles bolsos de moeda presentes em calças jeans. Também é fácil encaixá-lo em braçadeiras para a prática de corrida, caminhada e outros exercícios sem ser incomodado pelo peso e tamanho de um smartphone convencional.
Jelly será vendido em três cores: branco, azul e preto (Foto: Divulgação/Kickstarter)

A meta inicial da campanha era arrecadar US$ 30 mil (cerca de R$ 95 mil), valor que foi alcançado logo no primeiro. Até a publicação dessa matéria já havia sido arrecadado pouco mais de US$ 154 mil (R$ 488 mil) e ainda faltam 34 dias para o fim da campanha. Para adquirir um Jelly antecipadamente, é preciso contribuir com US$ 69 (aproximadamente R$ 217, sem taxas e impostos). O Jelly Pro custa US$ 95 (cerca de R$ 299).

O Jelly deve chegar aos compradores em agosto de 2017 e pode ser enviado para o mundo todo, inclusive para o Brasil. Ele poderia fazer parte da categoria de microcelulares, telefones extremamente pequenos e que fazem sucesso nos presídios do país.


Nenhum comentário