Menu


A derrota do São Paulo por 1 a 0 para o Atlético-MG, nesta quarta-feira, no Independência, foi definida em um pênalti. Fábio Santos bateu e definiu o placar.

A jogada surgiu em um lateral de Marcos Rocha. O atleta do Galo lançou Valdívia, que caiu dentro da área em disputa com Bruno Álves. O árbitro Heber Roberto Lopes marcou pênalti.

VÍDEO NOTÍCIA:

Depois do jogo, o técnico Dorival Júnior disse ter alertado os atletas sobre essa jogada do lateral.

O ônibus do São Paulo foi apedrejado na saída do estádio Independência, em Belo Horizonte, após a derrota por 1 a 0 para o Atlético-MG, nesta quarta-feira à noite. O Galo venceu o jogo com gol de Fábio Santos, marcado de pênalti.

Segundo funcionários do Tricolor, torcedores do Atlético-MG protagonizaram o ato de vandalismo. O problema ocorreu na hora em que o veículo passava em frente a um bar repleto de atleticanos.

O ônibus do São Paulo parou em um semáforo na Rua Silviano Brandão. Neste momento os atleticanos jogaram pedras e garrafas no veículo. Os policiais que faziam a escolta da delegação usaram balas de borracha para dispersar os vândalos. Ninguém foi preso.

BOMBOU!! NOTÍCIAS DO SPFC HOJE 12/10 SÃO PAULO NEWS


A derrota do São Paulo por 1 a 0 para o Atlético-MG, nesta quarta-feira, no Independência, foi definida em um pênalti. Fábio Santos bateu e definiu o placar.

A jogada surgiu em um lateral de Marcos Rocha. O atleta do Galo lançou Valdívia, que caiu dentro da área em disputa com Bruno Álves. O árbitro Heber Roberto Lopes marcou pênalti.

VÍDEO NOTÍCIA:

Depois do jogo, o técnico Dorival Júnior disse ter alertado os atletas sobre essa jogada do lateral.

O ônibus do São Paulo foi apedrejado na saída do estádio Independência, em Belo Horizonte, após a derrota por 1 a 0 para o Atlético-MG, nesta quarta-feira à noite. O Galo venceu o jogo com gol de Fábio Santos, marcado de pênalti.

Segundo funcionários do Tricolor, torcedores do Atlético-MG protagonizaram o ato de vandalismo. O problema ocorreu na hora em que o veículo passava em frente a um bar repleto de atleticanos.

O ônibus do São Paulo parou em um semáforo na Rua Silviano Brandão. Neste momento os atleticanos jogaram pedras e garrafas no veículo. Os policiais que faziam a escolta da delegação usaram balas de borracha para dispersar os vândalos. Ninguém foi preso.

Nenhum comentário